O Pantanal está queimando! Entenda qual o papel do Zootecnista no combate as queimadas

Atualizado: 27 de abr. de 2021

 


Qual a importância do Pantanal?

O bioma Pantaneiro é o menor bioma do Brasil, com uma extensão de 250 mil Km². É considerado pela UNESCO como "Reserva Natural Mundial" e "Reserva da Biosfera", pois é nesse bioma que se encontra a maior biodiversidade brasileira.

Por ser considerado o Berço da Biodiversidade brasileira, as espécies que nele vivem também sofrem ameaça de extinção, como por exemplo: a Onça-pintada;




 

O que o fogo afeta no Pantanal?

Só em 2020, o Pantanal teve mais de 2,9 milhões de hectares atingidos pelo fogo, uma das maiores queimadas do século, segundo um levantamento do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios (PREVFOGO).


Essa queimada representa 19% de todo o Bioma Pantaneiro no Brasil. Isso é uma ameaça para a fauna e flora que dependem do Pantanal para sobreviver, principalmente aquelas que estão em perigo de extinção.




 

A grande causa

Segundo especialistas, a causa de grande parte desses incêndios que assolam o Pantanal tem origem no Agronegócio.

"O acumulo de biomassa seca juntamente com a temperatura próxima aos 40ºC. Com umidade relativa do ar próximo as 30% e rajadas de ventos fortes, são condições propícias aos incêndios nos pastos ou florestas."

Explica o Zootecnista e professor a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Anderson de Moura Zanine.


O uso do fogo no manejo deve ser repensado! O trabalho técnico do Zootecnista pode ser uma das alternativas chaves para que ocorra mudanças significativas nesse cenário.

Sabemos que a utilização do fogo como meio de manejo já é utilizado a milênios,

mas, com a modernização das tecnologias agrícolas, essa forma de manejo se tornou ultrapassada e perigosa para as pessoas e para a fauna silvestre.






 

Alternativas

Hoje existem, não apenas uma técnica isolada para as propriedades que optam no manejo zootécnico de precisão, mas sim variadas alternativas de adequação que sempre visam a sustentabilidade.


  1. Uma das alternativas que podem ser utilizada em caso de acumulo de biomassa é, em cada final de período chuvoso, fazer a conservação da forragem em forma de silagem ou feno. Esse tipo de técnica pode ajudar a aumentar a renda do produtor e também oferecer um alimento com alto teor de fibra e valor biológico para o animal.

  2. O uso da ureia na pecuária também é uma tecnologia que pode ser alternativa, pois é simples, com um custo de mercado baixo e de fácil aplicação. Essa técnica aumenta o consumo de biomassa seca pelo gado, e assim, reduzindo o risco de queimadas, além de melhorar o desempenho do animal.

  3. A integração lavoura-pecuária também é uma solução.


Silagem Ureia lavoura-pecuária


A Zootecnia de precisão traz soluções que previnem queimadas, além de aumentar a taxa de desfrute do rebanho e a rentabilidade do produtor!

Matéria produzida por, Maria Isabel Bomfim dos Santos.
62 visualizações0 comentário