Tudo o que você precisa saber sobre Caprinocultura:


O que é caprinocultura ?


Caprinocultura é o ramo da Zootecnia que trata da do estudo e da criação de cabras.



No Brasil, a caprinocultura se faz presente em todas as regiões do país. Porém, 89,8% do efetivo do rebanho nacional está distribuído na região Nordeste, tendo como principais produtores, os Estados da Bahia, Piauí, Pernambuco e Ceará. Nas regiões Sul e Sudeste, a caprinocultura vem sendo desenvolvida de forma mais tecnificada, visando a produção de leite e seus derivados e a venda de animais para reprodução. Os sistemas de exploração predominantes são o intensivo e o semi-intensivo onde os animais são alimentados com rações concentradas e volumosos no cocho. E uma atividade desenvolvida, principalmente, por empresas ou produtores particulares, sendo por isso escassas as informações técnicas a respeito dos índices produtivos desses rebanhos.


fonte: https://www.embrapa.gov.br/web/portal/caprinos-e-ovinos/


 


Mercado de carne de caprinos:


A maioria das fazendas do Sul e Sudeste tem pouco desenvolvimento do mercado de carne caprina, onde os rebanhos leiteiros estão mais concentrados. Os machos são abatidos logo após o nascimento, embora a possibilidade de engordar esses animais, justamente pela falta de um mercado que valoriza produtos que, por sua vez, não existem falta de matadouros para recomendar a alocação. Por outro lado, na região Nordeste, a comercialização da carne de cabrito e o consumo são tradicionais, e a demanda pelo produto tem-se mantido alta. No Sudeste, o consumo, além de pequeno, é estacional, ou seja, devido aos hábitos alimentares e a falta de divulgação e oferta de carne, acaba se restringindo a datas festivas, principalmente no Natal, Ano Novo e na Páscoa.






fonte: https://www.embrapa.gov.br/web/portal/caprinos-e-ovinos/


 

Saiba como reconhecer um bode:

  • Macho adulto.

  • Inteiro.

  • Apresenta dentição definitiva completa (8 dentes definitivos e troca dos dente conforme ficam mais velhos).

  • Carcaça com baixo valor comercial, coloração escura e gosto mais forte.



Saiba como reconhecer uma cabra:

  • Fêmea adulta.

  • Apresenta dentição definitiva.

  • Carcaça com peso mínimo de 16 kg.



 

sistemas de produção:



Sistema Extensivo: No sistema extensivo os caprinos são criados soltos no pasto sem necessidade de instalações grandiosas e uso de tecnologias de produção. Para isso são utilizados animais de menor exigência nutricional.

Principais desvantagens do sistema:

  • Baixa produtividade, não recomendando para produção comercial de caprinos;

  • Ocupar grandes extensões de terra;

  • Possuir risco de predação.

Vantagens:

  • Fornecer descanso para a pastagem crescer, ou seja, enquanto os animais estão em um piquete, o outro está vazio para recuperar;

  • Evitar que os animais comam os brotos e destruam a pastagem;

  • Maior controle de produção das pastagens;

  • Maior controle dos animais;

  • Menor contaminação por vermes.


Sistema Semi-intensivo: No sistema semi-intensivo os caprinos são soltos pela manhã, de preferência após as 9 horas da manhã (o que diminui a contaminação de larvas de vermes), e presos novamente na parte da tarde para que passem a noite fechados.

Vantagens:

  • Melhorar os índices produtivos;

  • Melhorar o controle zootécnico e sanitário do rebanho;

  • Diminuir a contaminação por vermes;

  • Possuir menor risco de predação.


Instalações necessárias para a produção:

Bodil

Local onde são mantidos os bodes quando não estão em monta. Área coberta de 3 a 5 m² por animal com cochos para forragem, concentrado e sal mineral e reservatório de água.

Solário

Curral de manejo

Abrigo noturno

Confinamento

principais alimentos fornecidos:
  • Pastagem.

  • Feijão guandu.

  • Amoreira.

  • Milho.

  • Farelo de soja.

  • Resíduo de cervejaria.



Com o mercado em alta e a facilidade para a criação em qualquer região do país, a carne de caprinos tem um futuro próspero no Brasil, trazendo renda às famílias produtoras e excelentes produtos para a população.


 

Gostou ? veja conhecer mais do nosso trabalho nas nossas redes sociais:









6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo