VIDA DE PET: COMO A PANDEMIA AFETOU A VIDA DOS CÃES

Muitos pensam que com a maior permanência dos donos em casa, os pets ficariam mais felizes e ativos, mas será mesmo?



Que a chegada do COVID-19 deu uma boa reviravolta na rotina de todo mundo não é novidade, né? Muitos relacionamentos se tornaram virtuais, os trabalhos e estudos passaram a ser desenvolvidos de forma remota e a rotina das casas mudaram.


Para os nossos companheiros pets, a mudança também foi brusca. Com os tutores sempre presentes, é comum que os seus peludos os olhem com aquele olhar pidão de quem pede colo e carinho o tempo todo e, é natural que os donos cedam e pouco a pouco a rotina do animal também seja quebrada.


A longo prazo a falta de rotina e o excesso da presença dos donos pode ser extremamente prejudicial à saúde do pet e é aí que entra a síndrome da separação e a obesidade animal. A síndrome da separação gera uma dependência do pet ao seu tutor, fazendo com que ele se sinta abandonado, mesmo que em curtos períodos longe. É comum perceber no animal comportamentos destrutivos: latidos excessivos, arranhas móveis, portas e janelas, urinar e defecar pela casa e lamber as patas. Outro aspecto importante é a dieta dos pets e a diminuição dos exercícios e passeios diários, portanto, é importante manter uma rotina de alimentação do seu bichinho, atentar à frequência e quantidade de petiscos oferecidas e sempre que possível, buscar opções mais saudáveis. Mas então, como posso melhorar a qualidade de vida do meu melhor amigo durante a quarentena?


Há diversas opções simples e baratas que podem entreter e fazer bem para o

seu pet:


- Disponha de um tempo de qualidade com o seu animalzinho;

- Opte por comedouros lentos, assim, a alimentação será ainda mais prazerosa

e duradoura do dia do animal;

- Ensine e estimule o seu pet a aprender novos comandos;

- Tenha brinquedos mastigáveis para oferecer ao seu pet;

- Coloque música clássica para ele ouvir, você sabia que isso também ajuda o

animal a relaxar?

- Mantenha a sua rotina de alimentação e estipule as horas que irá dedicar ao

seu pet;

- Crie brincadeiras simples, como espalhar petiscos e ração pela casa;

- Mantenha o ambiente limpo, isso ajudará o animal a se sentir mais

confortável;

- Deixe ele passar alguns momentos sozinhos, assim ele entenderá que a

ausência do dono é passageira e que logo terão um momento de diversão

juntos.

- Estimule todos os sentidos do seu pet: uma boa opção é investir em

brinquedos e alimentos com textura, sabor, som, odor, aparências diferentes.

- Use a criatividade, aproveite o que tiver em casa (potes, garrafas) e se divirta

muito com o seu pet.


Gostou das dicas? Então conta pra gente nos comentários como você e o seu pet

tem aproveitado a quarentena juntinhos!

 

Vem conferir nosso Instagram e fique por dentro de todos os conteúdos pet em primeira mão!



13 visualizações0 comentário